Fechar
Coluna Semanal

FÉRIAS É TUDO DE BOM!

ocean-931776_1920
Print Friendly

Eu concordo e assino embaixo.

Férias, para a maioria das pessoas é um momento tão desejado, esperado e planejado, seja para simplesmente curtir ficar em casa ou fazer altos passeios com roteiros maravilhosos. Tendo agito ou não, nas duas alternativas, sugiro que você tente se conectar mais consigo e deixar mais de lado as telinhas. Viva a vida para você. Volte a equilibrar esse organismo que durante um longo período não recebeu toda a atenção necessária. É possível e esta pode ser a oportunidade perfeita!

Férias não precisa ser sinônimo de aumentar peso, muito menos de tortura com dietas da moda ou restritivas. Mas pode ser um ensaio para a fase de manutenção, colocando em prática o equilíbrio que tanto conversamos ao longo de nossas consultas e trato nas redes sociais. Costumo orientar meus pacientes para se mexerem, curtirem as férias mas…como não aumentar de peso?

Então aqui vão algumas recomendações que você pode levar na bagagem para não deixar de aproveitar suas férias, saindo sem aquela obrigação de seguir uma dieta restrita, mas ter maior consciência das mudanças conquistadas até aqui e que será necessário prestar mais atenção à suas escolhas alimentares. Elas não podem ser como as férias anteriores, antes de começar a mudança de seu padrão alimentar, antes de começar esse longo caminho para a saúde, longevidade, emagrecimento e esquecer que existe balança.

8 DICAS PARA APROVEITAR SUAS FÉRIAS SEM PREJUÍZOS À SUA SAÚDE:

  1. MEXA-SE: seja no mar, na serra ou em casa, a primeira coisa a ter em mente é se mexer pelo menos 1h por dia. Pode ser uma caminhada pela beira do mar, trilhas, subir e descer montanhas, praticar algum exercício físico que nunca deu tempo durante o ano, alguma atividade prazerosa. Principalmente se você ficar em casa, experimente fazer aquela aula de dança que adiou o ano inteiro ou aquela aula experimental de Yoga para ver como anda sua flexibilidade e deixar mais em equilíbrio corpo e mente, mas além deste exercício que mais parece uma mistura de alongamento, força e relaxamento, faça caminhadas. A caminhada rápida é uma excelente maneira de controlar o peso, produzir endorfinas e sim, espairecer.
  2. DESCUBRA ONDE COMER MAIS SAUDÁVEL: antes de viajar, faça um mapeamento de restaurantes e lancherias com opções saudáveis, além é claro, de supermercados. Desta forma você não cairá em ciladas, tendo que acabar comendo o que tiver (isso pode se chamar autosabotagem) e se isso se repetir com frequência ao longo das férias, é aumento de peso na certa!
  3. ORGANIZAÇÃO: antes de sair para o passeio, saiba onde comer. E se possível, leve algum lanche sempre na mochila. Eu, quando viajo, tenho o hábito de levar comigo frutas secas e oleaginosas, que não pesam tanto. Misturo vários tipos e coloco em saquinhos pequenos. Quebra um galho tremendo e fico bem alimentada, não passando fome. Apenas não descuide da água!
  4. BEBA ÁGUA: parece bobagem isso, né? Todo mundo comenta sobre a importância da água, principalmente no verão, mas mesmo assim, às vezes descuidamos e isso pode causar fraqueza, tonturas, confusão mental, ressecamento do intestino, alterando seu hábito de evacuação, principalmente em viagem. Então não descuide, e aproveite para calcular agora, qual é a necessidade diária multiplicando seu peso atual por 35ml. Eu peso 54kg: 54 x 35 = 1.890ml, quase 2 litros então, é a minha necessidade e se eu suar, fizer exercícios, pegar algum voo, aumenta um pouco. Eu falei ÁGUA, não considere o suco, café, chás ou chimarrão. É a água que irá auxiliar na eliminação de toxinas e eliminar líquidos da retenção.
  5. COMENDO EM RESTAURANTES: sair para comer fora, às vezes pode ser um problema, mas você não precisa deixar de experimentar a culinária local por onde passar. Basta colocar em prática o que sempre repito – “se você comer a quantidade que comia antes de começar o programa de reeducação alimentar, você irá aos poucos, recuperar seu peso. Então a saída está no comer diferente em relação às suas porções. Faça diferente, reduza a porção, mas não deixe de experimentar.
  6. SACIEDADE: preparações ricas em fibras, como saladas, legumes refogados, integrais e alimentos ricos em ácidos graxos de boa qualidade, são fundamentais para proporcionar saciedade. Aposte neles! Se você estiver viajando por algum lugar que tenha por exemplo um azeite de oliva de boa qualidade, experimente tomar 1 colher de sopa dele, uns 30 minutos antes do almoço ou do jantar. É incrível o efeito de saciedade que produz e você estará ingerindo uma gordura de excelente qualidade.
  7. FOCO: continue firme em seu propósito de fazer as pazes com seu corpo, com a balança, com você …é algo que você merece e está trabalhando arduamente para essa conquista. Confie em suas escolhas, tenho certeza que você saberá o que é melhor para sua saúde, mas vale lembrar: fritura é uma péssima escolha, prefira os assados; açúcar, doces refinados, é outro caminho que depois dá trabalho para voltar, então prefira doces à base de oleaginosas, castanhas e nozes, e que sejam adoçados com frutas como a tâmara; prefira os alimentos integrais, diga não aos refinados.
  8. JEJUM INTERMITENTE: aproveite para experimentar os benefícios do jejum intermitente. Estudos em animais e humanos mostraram que muitos dos benefícios do jejum à saúde não são simplesmente o resultado da produção reduzida de radicais livres ou da perda de peso. Além disso, o jejum intermitente provoca respostas celulares adaptativas e evolutivamente conservadas, integradas entre e nos próprios órgãos de uma maneira que melhora a regulação da glicose, aumenta a resistência ao estresse e suprime a inflamação. Durante o jejum, as células ativam vias que aprimoram as defesas intrínsecas contra o estresse oxidativo e metabólico e as que removem ou reparam moléculas danificadas. Não é fantástico? E de quebra ainda nos faz reduzir gordura corporal. Então minha sugestão é que você comece experimentando o jejum intermitente, deixando uma janela maior de intervalo entre o jantar e o desjejum. Comece fazendo 12h, jante pelas 19h e volte a comer somente às 7h faça seu desjejum saudável. Esse você pode fazer todos os dias, pelo resto de sua vida. Depois, evolua para 15h: você pode fazer um belo lanche da tarde pelas 17h ou pode ser o seu jantar mais cedo, neste horário e voltar a comer no outro dia, no desjejum às 8h. Faça este 1x por semana. Aproveite que você está de férias e experimente os benefícios que o jejum intermitente provoca e você verá que na volta de suas férias, seu peso estará sob controle ou até, menor.

Boas férias, siga essas recomendações e na volta me conte como foi.

Beijo da Nutri.

Etiquetas #comidadeverdade#dieta#nutriluoliveiraDicasemagreçafériasjejum intermitentemudeparamelhorNutrição Funcionalreeducacao alimentar

Em resposta a